segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

"Entregue suas preocupações ao Senhor, e ele o susterá; jamais permitirá que o justo venha a cair". Salmos 55:22

Este trecho faz parte de um dos salmos que, para mim, foi muito difícil para Davi escrever.
Tudo indica que ele foi escrito durante os acontecimentos narrados no segundo livro de Samuel capítulos 15, 16 e 17. Davi não estava sofrendo apenas com a rebelião do seu filho Absalão, mas também com a traição de Aitofel, um levita a quem Davi considerava como um porta voz de Deus. Alguém com quem Davi celebrou muitas vitórias e partilhou momentos de comunhão na presença do Senhor. A traição dessa pessoa foi dolorida para Davi justamente por vir de alguém que ele nunca esperava tal atitude, tamanha era a confiança e os estreitos laços aparentemente forjados na caminhada.
O fim de Aitofel não foi nada agradável (II Samuel 17:23). Como aconteceu com Saul, Davi também não precisou levantar a espada contra ele, nem contra seu próprio filho. Deus, que tem todas as coisas sob seu controle, ouviu a voz do coração sincero de Davi e o preservou. Sendo assim, o conselho dado pelo salmista é fruto da experiência de alguém que viveu sob os cuidados de um Deus amoroso e justo.
Este Deus não mudou. Vale a pena esperar nele. Mesmo que tudo pareça demorado ou fora de controle Deus saberá colocar as coisas em ordem. 



Pr Paulo Carlos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se gostou comente.