quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Aonde Vamos Adorar?

Disse a mulher: "Senhor, vejo que é profeta.
Nossos antepassados adoraram neste monte, mas vocês, judeus, dizem que Jerusalém é o lugar onde se deve adorar". Jesus declarou: "Creia em mim, mulher: está próxima a hora em que vocês não adorarão o Pai nem neste monte, nem em Jerusalém. Vocês, samaritanos, adoram o que não conhecem; nós adoramos o que conhecemos, pois a salvação vem dos judeus. No entanto, está chegando a hora, e de fato já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade. São estes os adoradores que o Pai procura. (João 4:19-23)

É muito comum hoje em dia, dado o grande número de Igrejas (graças a Deus) em nossas cidades, ouvirmos esta pergunta: 
Para qual Igreja você vai hoje?
A resposta desta questão envolve elementos que vão para além do simples e necessário ato de cultuar ao Deus que se diz servir.

Escolhemos o lugar pelo conforto, pela localidade, pela facilidade de chegada e saída, pela comodidade de estacionamento ou o bom serviço de transporte público. Para as famílias, com meninos pequenos, a existência de um berçário atrai o casal. Para qualquer faixa etária, a presença de amigos significativos motiva bastante a realização do esforço de deslocamento. A boa música, a organização da liturgia, e um ensino bíblico consistente são fatores sine qua non. 

Contudo, todo este cenário, por mais favorável que seja, não garante um altar saudável, cuja finalidade é a adoração a Deus. Não é a eloquência, nem a fala correta em todos os sentidos, nem a organização, muito menos as comodidades e facilidades de acesso ou permanência, que assegura a qualidade do culto prestado. 

Culto não é um espetáculo no qual a competência dos organizadores e artistas garante a satisfação da platéia. 

Culto é o encontro do adorador com o ser adorado. Culto, embora aconteça também em ambiente coletivo, é um acontecimento particular, subjetivo, que se fenomeniza-se de modo tão variado, quanto variada é a criação divina. 

O lugar é o que menos importa para quem vai se encontrar com o criador da vida.
Se tiver curiosidade de ler o restante da história verás que, ao final da conversa, aquela mulher corre de volta para a cidade afim de compartilhar o ocorrido. Ela não compartilha nada sobre lugar. Não fala do poço; nem da confortante noticia de que ninguém mais precisará ir para Jerusalém, caso queira ter a certeza que estão obedecendo a Deus. Tudo o que aquela mulher compartilha com os habitantes da cidade é do seu encontro com uma pessoa. A pessoa do Cristo.

Para qual Igreja você vai este fim de semana? Em que lugar você vai montar seu altar de adoração? Pouco importa. Se onde você estiver acontecer o encontro transformador com o Senhor da vida. Se depois desta experiência você encontrar o sentido da tua existência, e sentir o desejo de compartilhar esta boa nova com todos aqueles que você conhece. Se ali você conseguir abrir o coração para falar toda a tua verdade e receber a resposta de consolo, perdão e desafio para uma vida melhor, ali aconteceu o verdadeiro culto. 
Ali esteve, com certeza, pelo menos um adorador: VOCÊ.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Não adianta ter medo.

Um dia tive medo de ter medo, quando o medo fosse o único empecilho para ser feliz. Este medo de ter medo está passando, e sei que logo só restará a certeza que nenhum medo impedirá o curso do tempo, e que tudo o que podemos fazer é encarar o tempo de frente, com ou sem medo, porque, no final, Deus revelará todas as coisas, inclusive os seus propósitos para cada um dos seus filhos.

sábado, 24 de setembro de 2011

Pensar é bom

Apaixone-se pela Vida.

Quando estamos verdadeiramente apaixonados nosso objetivo maior é doar, ao ser foco da nossa paixão, o máximo do que temos e somos. Quanto mais doamos, mais nos sentimos felizes. Doamos sem ficar na expectativa do retorno, porque a paixão é algo que alimenta-se de uma "chama" interna. Pouco importa que se fale do nosso foco, para nós, ele é digno do nosso sentimento. Logo, o apaixonado vive com um sorriso esboçado no rosto, não pelo que ele recebe, mas pelo quanto ele tem, e quer doar. Apaixone-se por sua vida e você verá tudo mudar, mesmo que nada mude.

Escolha viver bem

Na vida há duas opções: Sorrir ou chorar. Há dias de risos e dias de choro. Hoje estamos chorando, amanhã sorrindo. Eu decidi que em dias de choro ou vou tomar emprestado um pouco dos sentimentos de amanhã. Já deu para perceber que resultado eu quero alcançar, não é? Os convido a experimentar. Não estou negando que não vou ficar triste quando a decepção bater à porta, só estou decidindo recebê-la de um modo diferente. (Paulo Carlos)


quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Oração e Música

Quando as palavras são insuficientes, uma canção cumpre o seu papel de comunicar o que está para além da objetividade dos termos. Isto transforma as palavras em oração e a melodia numa estrada que leva a súplica até Deus que também a utiliza para mandar a resposta.

Pensamentos

Faz algum tempo que não atualizo este espaço.
Compartilho pequenos pensamentos no facebook.
Segue os últimos que assim o fiz.

"No jogo da vida não importa muito, para aquele que se foi, quanto se ganhou ou perdeu na bolsa de valores, se, no adeus final, ele não tiver pelo menos um que chore, de forma sincera, a verdadeira perda que ali acontece, a partida de um amigo."

"Às vezes é preciso dizer: Adeus! Mesmo que não se vá para outro lugar."